>

..

Por Allyne Araújo, participação toda, e mais que, especial: Rita de Cássia..
Visitem o meu novo blog: Coffee Break ♫

escolha o idioma...

12.2.10

Intimidade...




"No vazio das minhas idéias nada parece incomodar.. No infinito do meu ser toda a agonia e angustia parecem mínimas se comparadas a tudo que ainda há de bom.
Por mais que tenhamos vontade de acabar com tudo jamais podemos esquecer que infinito é o amor existente em nós e que poucas vezes podemos vê, então deixe sempre que poder este florecer." Allyne Araújo.


4 comentários:

Ivan disse...

Oi Allyne,

Obrigado pelas palavras gentis lá no amordepapelão!

Seja sempre muito bem vinda.. beijos!!!

Ana Seerig disse...

Bah, é sempre assim. Sempre achamos que o mundo vai acabar quando estamos preocupados com nós mesmos, mas quando olhamos ao redor vemos como eles são pequenos e podem ser superados com força de vontade...

Ah, obrigada pela visita lá no blog. Fico muito feliz que tenha gostado do texto e que tenha virado seguidora... É um assunto sobre o qual eu queria ter escrito há muito, mas não me achava muito capaz disso, mas se ficou comprrensível fico feliz....

Volte sempre...

Beijos

Nine disse...

Em mim, a angustia preenche o infinito do ser, parecendo ar dentro de uma bexiga super-cheia.

Achei lindo o teu texto!
abraço.

Nydia Bonetti disse...

Sei tão bem destes sentimentos... Mas a vida é dom, e vale a pena ser cuidada. É preciso cuidar, é preciso regar, é preciso que haja sol... beijo!

Related Posts with Thumbnails